Papa Francisco manda felicitações ao rabino de Roma pela Páscoa

Com a proximidade do Pessach, a festa de Páscoa judaica, o Papa Francisco enviou uma mensagem ao Rabino-chefe de Roma, Riccardo Di Segni. A esperança comum é de se viver “uma Páscoa serena” neste momento de provação, sem esquecer o empenho em trabalhar por quem mais precisa.



O Papa Francisco dirigiu os “melhores votos” ao Rabino-chefe de Roma, Riccardo Di Segni e a toda a comunidade judaica da capital italiana por ocasião das festividades do Pessach, a festa de Páscoa dos judeus. Nesta segunda-feira (6), segundo o jornal vaticano L’Osservatore Romano, o Pontífice convidou ainda a “renovar as relações de amizade e empenho pelos mais necessitados da nossa sociedade, especialmente na atual provação que todos estamos atravessando”.

Na mensagem, o Papa pediu ao Senhor, “que libertou o seu amado povo da escravidão e o conduziu à Terra prometida”, que, também hoje, acompanhe os judeus “com a abundância das suas bênçãos”.

Apesar do Covid-19, uma Páscoa serena

Da sua parte, o Rabino agradeceu e retribuiu as felicitações, enfatizando que, neste ano, a Páscoa toma uma dimensão especial justamente porque “a normal existência foi dominada pela epidemia que gera lutos, medos, desastres econômicos e sociais”. Di Segni assegurou que estão todos empenhados “em ajudar, confortar, fazer um exame de consciência, pedir ajuda ao nosso Criador”.

O Rabino-chefe de Roma acrescentou ainda que, também nestes momentos, “medimos na prática os valores comuns das nossas crenças e a necessidade de trabalhar juntos pelo bem coletivo”. Enfim, Di Segni concluiu as felicitações desejando que, “apesar de tudo, seja uma Páscoa serena, portadora de renovação e de anúncio de um mundo melhor”.

Postar um comentário

0 Comentários